Quinto dia de nosso BEDA <3 Muito amor rsrsrs
Hoje com uma resenha de um livro muito querido por mim.


Sinopse:
Não podemos controlar nossos destinos. Somos apenas uma peça no jogo da vida. 
Callie sofreu um acidente que a levou ao hospital. Tirou as pessoas mais importantes sua vida e como se não bastasse, apagou sua memória. 
Entre sofrer durante meses por suas lembranças esquecidas e conseguir seguir em frente, Callie passou por dias doloridos. Conviver com o branco na mente não foi fácil, não lembrar das últimas palavras dos pais, como foi o ensino médio ou porque ela fazia aquela viagem a deixavam com uma sensação de vazio no peito. 
E esses espaços em branco só podiam ser preenchidos por suas memorias inexistente. 
Como sempre, Calliope encontra conforto na música e a banda Perfeita Simetria parece a entender em todos os aspectos. Assim como em uma terapia, a vontade de voltar ao mundo logo surge e ela dedica seus estudos a se tornar produtora musical – a mesma carreira de seus pais – e continuar o legado de sua família. 
E como obra do destino, a banda precisa de uma gravadora nova. Ela vê isso como uma oportunidade de agradecer pessoalmente a banda que tanto a ajudou a superar uma fase difícil de sua vida. 
Mas não é apenas essa brincadeira que o destino vai fazer. Há muito mais do que músicas em seu encontro com Rafael, o cantor/compositor da banda. Há também a sensação familiar que lhe ocorre quando acontece o primeiro encontro. 
Há sentimentos que não podem ser apagados quando eles estão marcados como tatuagem sobre a pele.



Tenho um carinho especial por esse livro e pela historia nele traçada. Não sei como começar a falar desse enredo e dessa historia <3. Esse é o segundo livro da autora lançado na Amazon.

Callie é uma garota encantadora e forte, apesar de tudo o que perdeu. Seus pais e a sua memoria. Seguiu com a sua vida, tendo o irmão mais velho a a melhor amiga que também é sua cunhada, como apoios e família.

Callie e o seu irmão administram juntos uma gravadora, ela como produtora musical. Então Callie tem a oportunidade de trabalhar com a sua banda preferida Perfeita Simetria.

O novo drama de Andreia Nascimento nos mostra a vida de Callie, anos após o acidente que lhe tirou tanta coisa.
Conviver com a falta de lembranças e o vazio, lhe faz sentir como se não houvesse perdido somente lembranças, mas o vazio que ela sente é bem maior que isso. Rafael, vocalista na banda chega para abalar as estruturas da protagonista e nossa - pobre leitores mortais - ele também é compositor. 

Com a aproximação de Rafael, trabalhar com a banda e as musica em sua vida, o desejo por suas memorias perdidas torna-se maior. Ela precisa de suas memorias do passado para enfim se sentir completa n presente.
Rafael pode ajudar nisso, ele e o seu jeito encantador. <3



Mais um romance onde a autora soube exatamente como nos deixar ávidos por informações e por saber até onde vai esses dois. Escrita meiga e intensa, personagens cativantes e apaixonantes.
Terminei esse livro totalmente encantada, ele me deixou com aquela ressaca. Recomendo a leitura neste exato momento. Sem arrependimentos ;)
E a partir daqui tudo o que eu falar está totalmente sujeito a spoilers.



Beijos e até amanhã;) 


Deixe um comentário