E ai?

Hoje eu vim apresentar um livro que creio que vocês já ouviram falar. Me recomendaram esse livro há anos e eu nunca tive a oportunidade de ler, mas me deu um estalo e eu decidi ler.
De longe o título do livro me atraiu. Já desperta uma curiosidade imensa.

Eu comecei a ler e não fazia noção do que se tratava na verdade. Eu gosto muito de não ler sinopse - você leu certo, não leio sinopse - nem me apaixonar por capa! Eu sou de cair dentro da história sem esperar muito dela, é quase uma mecanismo de defesa. Se não tenho grandes expectativas, não terei grandes decepções!

Eu amo sentimento de não saber nada. E foi assim com este livro! Eu abri para ver quantas páginas tinha e quando me dei conta já tinha lido 30% do livro, assim... Puff! Ai certo, já estava presa a mente de Hannah Baker e suas fitas, já estava apreensiva tanto quanto Clay Jensen.

O livro traz um tema pesado,  confesso. O suicídio planejado, eu nunca cheguei ao menos saber qual livro teria o mesmo tema.  Mas isso nos tira um pouco do romance mamão com açúcar, se colocar no lugar de Hannah foi o que mais fiz. Mas imaginei você se pegar ouvindo as fitas que uma garota que você era a fim, uma garota que não está mais viva.


Sinopse: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker - uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Ela narra toda a trajetória e deixa claro certos acontecimentos com alguns colegas de escola. Ela se culpa por tudo,  claro. Ela foi vítima o tempo todo, e se sentiu incapaz de mudar a forma como as pessoas a tratavam, ela ganhou uma fama desmerecida e por um tempo soube lidar com isso, mas um efeito cascata a atingiu e uma noite fora de serie levou ela ao estopim, deixando a decisão infeliz se cumprir. Depois daquela noite ela escolheu os nomes e deixou a confissão. Ela queria que eles soubessem do impacto que cada ação, cada mentira teve sobre ela.

O livro traz personagens que muitos adolescentes conhecem na escola, que fazem bullying, assédio moral, e até mesmo sexual. Na verdade esse livro nos mostra que tudo que fazemos traz consequências, seja um apelido "infame" ou uma lista sem graça, ou até mesmo se sentir ligado ou interessado em alguém que não temos coragem de conversar.

Clay levará o arrependimento de ter chegado tarde demais na garota. E no fundo não podemos culpa-lo. Ele não sabia que ela precisa de ajuda. Ela sempre soube disfarçar bem o que afligia todos os dias.

Esse livro me trouxesse uma lição, além de viciante. Certeza entrou para a lista de preferidos e recomendados, aquele que vou indicar à todos.

Até a próxima resenha


Deixe um comentário