"Às vezes, tudo o que você tem que fazer é olhar em volta e perceber que tudo o que você precisa está bem ao seu lado." 
O que você faria se o amor de sua vida morasse bem ao lado, mas vocês nunca tivessem se encontrado até o dia que ele está se mudando? Alex e Alexia se encontram em circunstâncias não favoráveis, e o tempo que os resta para fazer alguma coisa acontecer é de, apenas, uma noite. Algumas horas serão determinantes para traçar o destino dos dois. Será só um laço de amizade criado em poucas horas, ou um romance apaixonado está sendo construído sem que eles percebam? 







Essa é a historia de Alexia e Alex. Alexia possui um péssimo condicionamento físico - eu preciso deixar isso claro rsrsrs - Mas no final isso acaba sendo tudo o que ela precisava para conhecer o Alex. O seu vizinho, misterioso e muito bem humorado, Alex provoca sensações em Alexia no primeiro instante que os dois se veem.

Apesar de que esse primeiro encontro ser um tanto desajeitado e também preenchido com vários segundos de silencio.

E tudo o que eles tem é apenas uma noite, uma noite para se conhecerem, uma noite apenas.

Sobre Alexia, menina gente boa que tem grande criatividade para dar nomes a animais de estimação, muita imaginação, sobre isso eu tenho que admitir que ela viaja bem. E claro, é totalmente compreensível o fato dela ficar toda boba diante de Alex.

Já em Alex, temos alguém com certo dom para manipular, ele sabe disso e gosta de vê a sua reação nas pessoas. E pra ser mais exata, ele gosta de vê o efeito que causa em Alexia.

Minha opinião geral sobre este conto é nota máxima, adorei conhecer mais esses dois personagens da Renata, e mais uma vez, eu fui surpreendida.

Escrita leve e inspiradora, personagens marcantes e com aquela vibração boa... Não dá para ler apenas uma página e não correr para ler a outras...


Contos tem a missão de nos deixar com vontade de ler mais sobre a história, e com toda certeza, Só por uma noite alcançou esse objetivo. 



Então meus amores se vocês ainda não leram, pois então corram lá na Amazon e façam isso. ;) Sem contra indicações.

Aproveitem, beijinhos!!!






Olá, pessoal!

Hoje é quinta dia de resenha nova e isso vocês já sabem, mas vamos as apresentações... O livro da vez é um romance cheio de suspense da nossa parceira Ruth Arnaldo.

Sinopse: Isadora escolheu uma pequena cidade no interior para fugir de seu passado cruel. Seguia uma vida simples de estudos e de atividades solitárias. Mas, numa jogada ousada, o destino colocou Sebastian em seu caminho, o principal jogador de futebol da universidade. Sexy e divertido, ele não está acostumado com uma garota tão retraída e tímida quanto Isadora. O seu novo jogo preferido passa a ser fazê-la cair em sua rede. Como uma garota pode resistir ao seu sexy sorriso torto ou às covinhas tentadoras? Isadora vai tentar resistir com todas as suas forças. Ela sabe que não pode trazer mais alguém para a bagunça que é a sua vida. Mas resistir aos encantos de Sebastian está se revelando tão difícil quanto esconder o seu grande segredo do passado. Quando esses dois mundos se chocarem, todos os medos serão deixados para trás e o amor será o único jogo que ambos saberão jogar. Mas os fantasmas de Isadora ressurgem com força total na sua vida. Será o amor de Sebastian capaz de salvá-la dos demônios que a perseguem? Romance, suspense, paixão e muita sensualidade dominam a história de Isadora e Sebastian. Prepare-se para prender a sua respiração até a última página de Uma Jogada do Amor.


Isadora tem cicatrizes que jamais vai esquecer. Amar alguém pode ser sinônimo de perda, então ela se mantém apenas na companhia de suas plantas, longe de qualquer tipo de amizade ou relacionamento que exija amar alguém. Mas algumas coisa acontecem por um motivo, a vida já estava solitária até ela conhecer Sebastian, um jogador de futebol que desperta os melhores sentimentos nela no primeiro instante que se conhecem.

"Trato de abrir os olhos, mesmo estando meio zonza ainda, e me deparo com um par de olhos muito negros me olhando preocupados. Por alguns segundos, fico presa na intensidade daquele olhar, mas piscando para sair do transe, ocupo-me em continuar minha inspeção por meu belo salvador."
A vida de Isadora da uma virada com a entrada desse jogador em seu mundo, ela cai ao encantos de Sebastian - que eu creio que não há que resista - não conseguindo a resistir ao seu charme.

Estudante do curso de história, ir a faculdade começou significar ver seu irresistível namorado, mas Dora também não esperava que com a aproximação de Meg, sua colega de trabalho tudo se tornaria mais divertido, e assim por um tempo ela pôde seguir em frente. Agora com namorado sexy e uma amiga divertida sua transformação era garantida, saindo daquele lugar escuro que era sua vida.





Dora foi ao poucos deixando a vida de medo e se entregando ao melhor que a vida poderia oferecer.
Mas nem tudo são flores, a vida lhe dá uma rasteira quando traz seus agressores de volta. Sua primeira reação é tirar Sebastian e Meg do caminho, do mesmo jeito que sua vida foi arrasada por eles, pode vir a sofrer de novo. 

Suspense é o que ronda esse romance forte, de casal apaixonado, com amigos verdadeiros e sentimentos novos.

Você se envolve com a doçura da Dora, que mesmo não se permitindo por tanto tempo ter companhia ainda sabe aproveitar o melhor da vida. Sebastian é um personagem forte, sexy e cheio de charme que nos envolve com seus olhos negros e postura romântica. 

Um casal que demonstra o mais lindo amor, escrita em palavras leves e bem narrada. A história lhe conduz por caminhos que faz você devorar cada página ansiosa para a outra. 

Uma jogada do amor deixa claro que quando é para ser amor é tudo feito em apenas UMA JOGADA.







Espero que tenham gostado. Eu realmente amei o livro e se tiverem a oportunidade conheçam essa maravilha da nossa literatura nacional.

Beijos, até mais!!












Olá, pessoal!



Hoje temos mais uma entrevista!

Quem nos prestigiou com um pouquinho do seu tempo foi a autora Ruth Arnaldo.
Vamos conhecer um pouco sobre ela?!



  • Como descobriu a paixão pela escrita?

Sempre fiz agenda na adolescência e contava com muitos detalhes tudo que acontecia comigo, amigos e as pessoas em torno de mim e olha que depois eu gostava de reler(rsrsrs), aos 14 anos escrevi minha primeira história, mas nunca mostrei a ninguém porque é uma mistura louca de tudo que eu lia na época, muito romance de banca que herdava da minha irmã mais velha, então assim, leitura e escrita sempre foram tudo pra mim e aos 18 anos anotei na minha agenda, vou escrever um livro um dia, então esse desejo de escrever sempre existiu dentro de mim.   

  •  Tem algum ritual de escrita?

 Minha mente é bastante agitada e estou constantemente criando pequenas histórias na minha cabeça, tipo se ouço uma música crio personagens pra viver aquilo que a letra fala, se vejo um anuncio eu crio coisas...Então estou sempre com muitas ideias pra colocar no papel, não tenho dificuldades pra criar, na verdade meu desafio é acalmar a mente pra disciplinar tudo em capítulos(rsrsrsrs), mas tenho conseguido. Mas, tenho algo comigo que chamo de tom da cena, então eu ouço músicas internacionais românticas antigas quando estou escrevendo, não posso ouvir em português porque me desconcentro pra pensar na letra da música, ai tipo ouço inglês, porque não entendo e só a melodia me embala, e assim consigo extrair o melhor de mim.

  • O que lhe inspira?

Ler me inspira. Eu leio muito e desde muito cedo, tenho 35 anos hoje e toda minha vida a leitura foi sempre prioridade, gosto dos clássicos, leio romance de banca, literatura fantástica e new adult. Mas tenho quatro autores que me influenciam muito que é o Nicholas Sparks, Colleen Hoover, Julia Quinn e Abbi Glines. Leio tudo deles porque me emociona, são autores que não apenas chegam no seu coração, eles conseguem tocar sua alma.

  •  Qual obra você considera que deu mais trabalho para construir?

Um conto que estou escrevendo agora para uma coletânea que será lançada ainda este ano, eu aceitei como um desafio pessoal, por não gostar muito de conto e nunca ter escrito um, sou daquelas que ama livro grande e principalmente se for série, então esse desafio está me dando um belo trabalho, mas estou muito satisfeita com o que já consegui até aqui.
  •               Silêncio ou Música na hora da escrita?

Música. Mas lenta e antiga. Não importa o que eu esteja escrevendo só ouço esse tipo de música.
  • .            Qual o tempo médio que você leva para concluir um livro?

Dois a três meses. Até o momento tenho conseguido neste tempo, espero continuar conseguindo...rsrsrs
  • .      Um conselho para quem também quer ser escritor.

Leia, leia e leia mais um pouco. Parece uma bobagem, mas faz toda a diferença na hora que as ideias surgirem e você precisar transformá-las em palavras.
  • .      Pode nos falar sobre os próximos projetos?

Então, meu segundo livro da série Uma Jogada do Amor está em revisão e nos próximos dois meses estará sendo lançado em formato físico e digital. Também estou finalizando a escrita do terceiro livro e em breve embarcando em um novo projeto. Já tenho muita gente conversando na minha orelha pra contar sua história...rsrsrsrs


Obrigada pela oportunidade de conversar com vocês, fico muito feliz quando encontro pessoas dispostas a ajudar a literatura nacional a crescer... Sucesso para o blog e para todos nós!! Beijinhos amores.

Links da Amazon






Espero que vocês possam vir a conhecer a obra de autora, e adianto que já li todos e inclusive fui beta dos dois livros, vocês irão encontrar lindas histórias, com personagens profundos e cheio de sentimentos.

Beijos, até mais!!!


Olá, meus amores...

Para a indicação de hoje eu escolhi esse conto que me recomendaram recentemente e, que me pegou de surpresa... Mas primeiro vamos passar para as apresentações... ;)

Autor Tony Lucas

Sinopse


Miguel e Manuela são diferentes e aparentemente não tinham nada em comum. Mas quando Miguel vê um comentário deixado por Manuela em um videoclipe da banda MS MR, os dois percebem que não só têm gostos parecidos como também têm problemas iguais.

Mensagens serão trocadas, telefonemas serão dados e uma forte ligação surgirá entre esses dois.
Em uma narrativa embalada por MS MR e que intercala presente e passado, Tony Lucas mostra como a música pode mudar (para melhor) a vida de dois completos estranhos. 



Então vamos lá, o que eu tenho a dizer sobre essa maravilha de conto começa pela capa, logo de cara já encontramos com esse casal um tanto diferente. Diferente entre si, e entre as outras pessoas. Não tem como eu falar desse conto sem dizer que ele me encantou. História fofa e brilhante.



Miguel e Manuela se encontram na internet por causa de um amor em comum, uma banda. Amor esse que me fez pesquisar, confesso que também virei fã.

Manuela é uma menina simpática, apesar de seus problemas. Trabalha em uma drogaria e para se destacar da multidão ela tem os cabelos cor de rosa. Eu adorei isso nela rsrsr.
Eu confesso que esse conto me surpreendeu e eu amei isso. O assunto tratado e a leveza que os personagens expressam.

Miguel é estudante de Direito. Tem sonhos e assim como Manuela também é fã de MS MR, e também se considera ser o único.

O conto é intercalado entre o presente de Manuela e Miguel e o passado, também dos dois, com perspectivas diferentes e problemas que aparentemente também são diferentes, os dois se tornam ótimos confidentes e uma amizade surge...

E a partir de então a historia começa... ;)


Sugiro que leiam e conheçam esse casal brilhante...



Espero que todos vocês tenham gostado dessa resenha/indicação. Deixe seus comentários... Vou adorar ler todos ;)

BEIJINHOS!!!





Titulo: Os donos da vida
 Páginas: 272
Editora: Chiado Editora
Autora: Airton Tavares
Nota: 5/5


Sinopse
As gotas da forte chuva batiam com força no rosto de Josué. Ele corria pelas calçadas pela necessidade de chegar a tempo. E, naquele inesquecível dia, ele carregava consigo as intensas lembranças de sua grande e difícil aventura. Aventura em que ele teria que fazer o inimaginável para salvar a alguém que fazia parte das pessoas que ele mais amava.



O livro é contado em terceira pessoa e relata de Josué. Tudo começa no ano de 2010 quando Isaque William, um doutor em física nuclear desaparece levando com ele algo de grande valor para o governo.
Após algumas buscas da policia, o doutor é encontrado e um mistério se instala. Dois anos se passam e agora acompanhamos Josué após receber uma ligação de sua esposa que o informa sobre um acidente que seu filho teve na escola.

Acidente esse que, leva a Josué e sua esposa se questionarem, mas é no hospital enquanto Josué tenta encontrar uma forma de contar a esposa sobre a doença do filho é que ele tem uma bela surpresa. Surpresa essa que o faz ir em busca da cura, que o faz se arriscar para salvar a vida de seu filho.

E a partir daqui tudo o que eu disser será spoiler, rsrsrs. Ficção cientifica me encanta e esse não foi diferente. Fiquei aflita, preocupada e junto com os personagens bolei alguns planos para que pudessem conquistar o objetivo final.
Somos apresentados a um futuro onde teremos aquilo que acredito eu, ser as três coisas que a humanidade sempre esteve em busca.

Com constantes reviravoltas a cada página eu me perguntava o que viria a seguir, seria o momento final para tudo ou ele daria volta por cima.
Os donos da vida é um livro para aqueles que gostam de emoções e de difíceis decisões os personagens conversam entre si de forma clara e simples, a escrita é leve e flui de uma forma a não desejar.

Mas que mais me fez ficar sem chão e eu acredito que o personagem também, foi à escolha final o ponto onde ele teve a escolha mais difícil de sua vida. Josué nos mostra que é um personagem forte e que batalha que lutou para consegui o que queria, mas também acreditou no bem comum da nossa humanidade.

Encantada, emocionada por esta obra. E que está me fazendo refletir seriamente sobre até que ponto nós podemos ser donos de nossas vidas, até que ponto nós temos o controle em nossas mãos?
Indico, leia e faça parte desta busca pela cura, e pelo o que é bom. A escolha certa nem sempre é a mais fácil a se fazer. Mas ela transformará o futuro de todos.


*Deixando aqui o Facebook do Airton e os lugares onde você pode comprar o livro. Corre lá e compre o seu ;)


Espero que tenham gostado de mais uma resenha de nosso blog!!! BEIJINHOS ;)



Olá, pessoal!


Hoje temos entrevista com a querida Barbara Biazioli
Vamos conhecer mais dessa escritora que está conquistando o mercado nacional.

Bem, vamos logo ao ponto!





Fale um pouco sobre você...

Tenho 35 anos, sou casada, tenho um filho de 15 anos, sou autora independente e tenho 11 livros publicados tanto na plataforma Amazon quanto impressos na livraria Leitura e no meu site.


1. Como descobriu a paixão pela escrita?

Durante a adolescência através de concursos de poesias por conta do meu irmão mais velho que escrevia crônicas despretensiosamente, e depois de ler Paulo Coelho, mas só decidi escrever para o público por conta dos jogos de RPG.

2. Tem algum ritual de escrita?

Preciso antes de mais nada ter incorporado mentalmente o que vou trabalhar, além de ter uma área de trabalho totalmente organizada e com as ferramentas necessárias.

3. O que lhe inspira?

O que eu leio me inspira, o meu dia-a-dia e as pessoas ao meu redor. Escrever é uma forma de colocar no papel as vozes que estão dentro da minha cabeça.

4. Qual obra você considera que deu mais trabalho para construir?

Sem sombra de dúvidas foi Um Amor em Lancaster

5. Silêncio ou Música na hora da escrita?

Música e geralmente escuto o que faz parte da trilha sonora do que estou trabalhando

6. Qual o tempo médio que você leva para concluir um livro?

Tudo depende do enredo, posso concluir um livro em três semanas ou posso levar três meses. Tudo depende do teor que tenho que pesquisar.

7. Um conselho para quem também quer ser escritor.

Leiam! Leiam muito e sobre tudo, entendam e se questionem sobre o que estão lendo. Esse é o primeiro e mais importante passo e não esqueçam de anotar as ideias!

8. Pode nos falar sobre os próximos projetos?

Adoraria contar tudo que está para acontecer (inclusive esse ano), mas com certeza minha agente/beta/revisora, me mataria...rsrsrsrsrs








Espero que tenha dado para conhecer um pouco dessa autora tão gentil <3
Conheçam suas obras, siga-a nas redes sociais!!

Leiam Nacional!!

Beijos, até mais...


Olá, leitores!


Segunda-feira é dia de Tag aqui no LdT e hoje vim trazer uma bem "atual", tratando de livros e relacionando-os com redes sociais. 

1. Twitter: Um livro que você quer compartilhar com todo mundo.

Renata: Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo
Andreia: Jogos Vorazes - Suzanne Collins
Maria: Divergente - Veronica Roth

2. Facebook: Um livro do qual você gostou muito e que foi recomendado por outra pessoa.

Renata: O Menino do Pijama Listrado
Andreia: O Duque e eu - Julia Quinn
Maria: Como eu era antes de você - Jojo Moyes

3. Tumblr: Um livro que você leu antes de criar seu canal no Youtube (no caso, Blog), e do qual ainda não falou.

Renata: O Caçador de Pipas
Andreia: A primeira chance - Abbi Glines
Maria: Quando ela se foi - Harlan Coben

4. Myspace: Um livro que você não tem a intenção de reler.

Renata: Formaturas Infernais
Andreia: Para Sempre - Alyson Noël
Maria: Para Sempre - Alyson Noël

5. Instagram: Um livro com uma capa bonita (ou, um livro "fotogênico").

Renata: Carta de Amor Aos Mortos
Andreia: Paris no dia dos namorados - Renata Varela
Maria: O conde enfeitiçado - Julia Quinn

6. Youtube: Um livro do qual você gostaria de ver uma adaptação para o cinema.

Renata: Um Gato de Rua Chamado Bob
Andreia: Métrica - Colleen Hoover
Maria: Belo Desastre - Jamie McGuire

7. Skype: Um livro com personagens com os quais você gostaria de conversar.

Renata: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, queria umas dicas da Becky HAHAHA 
Andreia: Um caso perdido, eu queria conhecer a Sky.
Maria: O príncipe dos canalhas , eu realmente queria brigar um pouco com Jessica e Dain <3

Então, gente. Quais seriam as respostas de vocês? Com quem mais se identificaram? Deixa aqui nos comentários! Queremos saber. S2 

Beijo!
Até a próxima!

Categorias:

Olá, pessoal!

Então, hoje é dia de dica e o que trago para vocês hoje é Romances de Época que você precisa ler.

Eu sou apaixonada, fissurada em romance de época e preciso compartilhar desse meu amor com vocês. 

Sabe aqueles romances que nos transportam para outros tempos e nos fazem suspirar, chorar e se derreter de amor ou ódio por alguns personagens? É exatamente desse livros que estou falando.

O Príncipe Dos Canalhas


Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...
Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.
Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.
Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.
O conde Enfeitiçado


Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton. Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele. Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos – a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite. Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz. No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.
Desejo à Meia-noite

Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos. Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos. Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?

Os Segredos De Colin Bridgerton


Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres.
Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade.
Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum.
Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente.No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.
Em Os segredos de Colin Bridgerton, quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.

A vidente


Estamos no século XVIII, na Inglaterra georgiana.
Como todas as gerações de sua família, Chloe Wherlocke possui habilidades especiais, e o seu dom é ver além da visão física. Em 1785 ela prevê a morte de uma mulher que acabara de dar a luz e toda uma trama para atender a motivos escusos. Ao encontrar uma criança abandonada para morrer ao lado do corpo da mãe, ela salva o bebê e o cria escondido do mundo. Fazia isso por amor, mas talvez houvesse neste gesto alguma força do destino...
Com o passar dos anos, Chloe descobriu que o encontro com a criança não havia sido uma simples coincidência, e percebeu, pouco a pouco, um desenrolar de acontecimentos que envolviam todos os membros de sua família, num jogo de traições, mentiras e assassinatos.
Consciente de tudo, ela precisa ser rápida para salvar a vida do pai do menino, o conde Julian Kenwood, e avisá-lo que o filho não morreu. Mas, ao se aproximar da família Kenwood, Chloe percebe seu sentimento de proteção por Julian se transformar enquanto a cada momento tudo fica mais perigoso.





Isso ai, esses foram os livros que mais me fizeram sofrer, rir,chorar e amar. No final sempre amamos eles... rsrsr Espero que tenham gostado.

Deixem ai nos comentrios o que acharam, vou adorar saber.
Beijinhos!! ;)





Olá, leitores!



Título: A Máquina de Contar Histórias
Autor: Maurício Gomyde
Ano: 2014
Editora: Novo Conceito/Selo Novas Páginas
Páginas: 192
Sinopse: Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias, o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das filhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar.



A Resenha de hoje é de um livro que li há algum tempo, mas que ficou gravado na minha memória. Como eu nunca fiz uma resenha dele, resolvi trazer pra vocês, até porque eu tava com saudade de mergulhar pelas poucas, porém satisfatórias páginas do livro do Maurício Gomyde, o primeiro que li do autor, e com certeza uma ótima escolha para começar.

A Máquina de Contar Histórias é mais que um livro sobre família desestruturada. É um livro sobre perdas, sobre o significado do amor, sobre se reconectar com pessoas que você ama muito, mas que a vida não deixou ser mais fácil. 
Vinícius Becker é um escritor, muito antes de ser pai. Era marido, mas sua esposa morreu e o deixou sozinho para cuidar de seu trabalho e das duas filhas, uma já crescida o suficiente para criar rancor do pai por estar ausente, recluso, e outra ainda pequena, que não entende o que pode estar acontecendo ao seu redor e ainda tem o amor inicial pelo pai. 

É muito complicado passar as páginas desse livro sem sentir na pele o que é viver da forma que os personagens vivem. Vinícius acha que está fazendo a coisa certa, ele só quer se reaproximar das filhas, continuar escrevendo e ter a vida de antes, mas é impossível. O estrago já foi feito e não há basicamente nada a fazer para repara-lo. 

O que achei mais interessante na evolução do livro é que, em poucas páginas, podemos acompanhar a descoberta que Vinicius faz sobre sua filha mais velha, o amor que ele sente e o orgulho em saber que ela é alguém tão talentosa como ele. Vemos aquela raiva inicial que as filhas têm do pai se dissolver à medida que ele vai tentando acertar os passos, se reequilibrar. É realmente um livro que mostra o poder do amor e do perdão. Não há muito o que dizer sobre a trama sem que eu comece a ficar repetitiva ou arruinar muito do que tem para se surpreender lendo, mas o que todos devem saber é que esse livro é divino. Maravilhoso em toda sua forma, e tem justamente o número exato de páginas para ser perfeito. Ainda mais para aspirantes a escritores; Maurício, no meio da história, nos dá dicas de como é a vida de um escritor no auge de sua carreira, nos mostra o dia-a-dia que envolve a escrita e é muito delicioso ler sobre esse fenômeno. 
Com certeza, A Máquina de Contar Histórias é cinco estrelas, dez estrelas, o máximo que puder! Recomendo para quem não conhece a escrita do autor e para quem quer algo rápido, porém denso. Um drama familiar prazeroso de ser lido. Super recomendo!


É isso, gente! Espero que vocês tenham gostado. O livro está a venda nas melhores livrarias do país, espero que a resenha desperte em vocês a vontade de lê-lo.


Olá, pessoal!

Bem, como vocês sabem as vezes bate aquela ressaca quando terminamos um livro ou as vezes estamos apenas procurando uma leitura rápida, e é ai que entra um conto! 

Ele pode lhe salvar daquela ressaca que parece infinita - às vezes olhamos para aquele pilha de livro e nos sentimos mal por não conseguir seguir em frente - ou na fila do banco, tem muitas pessoas que não consegue fechar um livro enquanto não o termina, mas com o conto é diferente, ele foi feito para acabar rápido e deixar a gente com aquela sensação de satisfação em poucas páginas! 


Eu acho incrível isso! Então, por isso eu vim trazer dicas de contos, nossos salvadores.





Sinopse: Tobias havia sido seu antes de envolver com sua irmã, Margareth. 

Durante anos Maya viveu em silêncio, escondendo de todos, até mesmo de si mesma, a paixão que nutria pelo ex-noivo e agora seu cunhado. Mais o casamento entre Tobias e Margareth estava se destruindo, sua irmã tinha decidido deixar o marido e viver junto ao amante. 
Não há inocentes. 
Não há vitimas. 
Como Tobias e Margareth, ela sabia que também era infiel.



Hoje iremos conhecer um pouco do conto da autora Hadassa M. Vaz, esse conto na verdade é uma confissão, o que não esperei quando comecei a ler.


É realmente aquilo que você quer tirar do seu peito porque não aguenta mais o fato de se sentir daquela forma, e nos faz refletir sobre o que formos infiéis ao longo dos anos.

Mas eu não posso falar muito, qualquer coisa que eu falar aqui tirará a graça da leitura que é super curta e rápida, a narração é em terceira pessoa e tudo isso se resume em 11 páginas, eu recomendo essa obra, espero que vocês também sintam a compaixão que tive pelo personagem, no fundo eu entendi ele.





Espero que tenham gostado da dica!

Se você tem um conto ou já leu um conto que amou e pensou: Todo mundo deveria ler isso!!, deixa aqui nos comentários quem sabe ele não estará na próxima indicação?


Beijos, até a próxima!