Hey!


Cada dia mais venho lendo mais nacionais e isso está me apresentando com obras de alta qualidade . Muitas pessoas tem preconceito com o conteúdo que é produzido aqui. O que me deixa infinitamente triste. Sempre digo que ler os livros do autores independentes da Amazon é uma experiência única, poder falar com eles sobre suas obras, processo de escritas e outras coisas é maravilhoso! 

Eu não tenho como chamar a Colleen Hoover em um papo e dizer: Pare de me fazer sofrer! E mesmo se pudesse ela não iria me ouvir, mas bem, eu teria falado, não é mesmo?

Essa semana eu li um livro que me arrependo de não ter lido antes. Já vi muito ele pelo Instagram e me chamou muito a atenção. Em nenhum momento eu quis parar, muito pelo contrário eu ficava ansiosa para ler mais e mais. Só que me deparei com um grande problema: Eu shippei a Nai/Lauren com todos os interesses amorosos dela. Como assim, Andreia? Pois é! Não sei como a autora conseguiu essa proeza, pois eu sou muito chata quanto a isso. A garota simplesmente tem química com todo mundo. E três caras atrás, bem, não caras, mas o que importa, Afinal ela é meio bruxa meio demônio. 

Isso dá um nó na cabeça! 

Quando comecei a ler o receio me fez ser lenta, mas quando chegou no terceiro capítulo eu já estava entregue. Falar de Lúcifer, neste caso Heylel, como se referiam à ele no livro, é um assunto muito delicado. Confesso. Tive medo do que iria encontrar ali, mas com a progressão da leitura pude deixar esse medo de lado e imergir totalmente no livro. Sem mencionar a qualidade de escrita da autora, Érica tem uma escrita deliciosa, não deixou a desejar em momento algum. O livro é rico em detalhes e mesmo sendo em terceira pessoa eu consegui sentir as emoções, não costumo ler livros em terceira pessoa, mas estou me deparando com livros com narrativas fluídas como este.

Vamos a sinopse.





Lúcifer há muito não é “aquele que traz a aurora”, como seu nome sugere. Desde que liderou a rebelião contra seu Criador foi condenado a Sheol, o inferno, onde instaurou seu próprio reinado. Muitos o seguiram, porque acreditaram nele. Tornaram-se seus serviçais ou aliados.

No entanto, Lúcifer se sente sozinho e cansado de sua existência. Depois de trai-Lo, sente falta de Deus, da essência divina, de uma razão verdadeira para a sua vida. Seria possível, um dia, a Ele retornar?

Agora conhecido como Heylel, é na Terra que Lúcifer encontra alguém que mudaria seus sentimentos. Anna, uma bela mulher, ensinou-lhe o amor e presenteou-o com uma filha. Heylel amou ambas com todo o seu coração.

Mas nem sempre é possível viver o que se deseja. Heylel não é humano e sua essência desvirtuada já não é divina. Ele é o Senhor de Sheol e seus demônios não estão contentes com a passividade de seu líder. Uma guerra se aproxima e Heylel precisará envolver nela seu bem mais precioso: sua família.

Carregado de tensão, incertezas, amores, bruxas, anjos e demônios, esse romance convida o leitor a pensar que nem sempre o que sabemos é verdadeiro. Até mesmo o Diabo pode surpreender!



Tenebris traz um inferno que eu jamais conheci, traz um demônio que escolheu ser pacifico, adormecendo sua natureza, o que não deixou seus subordinados contentes, mas ele fez isso por AMOR, na menos que amor.


Quando sua mãe me deixou, levou consigo tudo o que um dia fui. Faz 18 anos que escolhi ser melhor todos os dias por você, na esperança que Ele me olhe novamente e note que tudo o que mais desejo é você ao meu lado.
Tudo pela mulher que amou e sua filha.


Será que um dia o mundo poderia imaginar que Satanás era capaz de amar e se emocionar?

Mas o livro vem protagonizado por sua filha, fruto do amor com Anna, que o deixou para casar com um PASTOR. What? Pois é. Mas Robert não é flor que se cheire, tenha isso em mente quando for ler. Mas aqui estou para falar do meu primeiro shipper. Lauren + Gabriel. 

São melhores amigos, ele a acompanha até o inferno. Isso que é amizade e ainda senta ao lado de demônio! 

Meu segundo shippe é o que realmente acontece. - Não sei como a Érika conseguiu fazer esse triangulo louco, mas quero três Nai para cada um deles.


Você me completa, Agares. É como... como se eu fosse somente metade de mim e, quando você me toca... me torno inteira.

Um casal lindo. Um demônio disposto a resgatar Nai no que for possível, mas Naiara não precisa ser resgatada! Uma garota forte que luta com demônios só para salvar seus pais. 

Achei que acima de tudo ela mantéu garota que existia dentro dela. Me admiraria se ela fosse apenas boa demais, poderosa demais. Ela é uma garota normal, mesmo filha de Lúcifer, ela tem sentimentos fortes e mania de proteção.  

Vou parar de falar por aqui. Não quero soltar spoiler assim. Então, se tiverem a oportunidade de ler esta obra vá em frente. Só perde por esperar! E Ah! É uma trilogia... então é esperar o segundo ser lançado.

Até a próxima!




Olá meus Amores!


Estou um pouco sumida aqui do Blog com as publicações, mas hoje trouxe para vocês a Resenha de um livro muito fofo da autora Renata Varela, “As listas de Ellen” e como o livro é Nacional, aproveito para dar continuidade ao projeito #Amolernacional. Vamos a Sinopse do livro.


Se você não está com medo, você não está se arriscando. E se você não está se arriscando, então o que você está fazendo?
Ellen Farley é jornalista de fofoca de uma revista não muito famosa, em Nova York. 
Nesse mundo onde tudo vira notícia, Ellen fica sabendo de uma que não lhe agrada muito: rolam boatos pela redação sobre um corte de custo e o pescoço de Ellen está quase sendo cortado. Para melhorar, Max, seu namorado há três anos decide que a química não está mais funcionando e termina tudo. 
Com o emprego mais para lá do que para cá, Ellen - que tem mania de fazer listas - cria uma lista com possíveis empregos a quais se candidatar caso vá para o olho da rua. Um desses empregos é na revista Social Feminin, uma das poucas que cresceu no ano anterior. Num momento de insanidade, Ellen manda sua ficha para a revista, que logo a chama para uma entrevista. É aí que ela conhece Brandon Morgan, o novo redator-chefe da revista, o homem que pode mudar sua vida - em um sentido além do profissional.






     Nem mesmo os personagens fictícios tem uma vida perfeita, não é mesmo? Exatamente. Ellen é a prova perfeita disso. Uma garota independente, sonhadora e bem maluquinha, prazer essa é Ellen. Determinada em sair da casa de seus pais, Ellen decide ir morar com seu namorado Max. Como todo relacionamento, todo começo é perfeito, sem brigas e sem segredos.  Se Passaram três anos que estavam juntos, Max chega em uma decisão que o relacionamento do casal não esta mais dando certo, tinha encontrado outra pessoa e se apaixonado. Antes de partir, entraram em um acordo e Max acabou deixando o apartamento para ela.

        Ellen trabalhava em uma revista de fofoca, junto com sua grande amiga, Brenda. A revista estava passando por um momento de crise e estava prestes a fechar, sabendo do futuro desemprego, Ellen se vê em um momento de fraqueza e medo, viu então uma oportunidade quando a revista Social Feminin abriu inscrições para entrevista de emprego, e mesmo com a corda em seu pescoço sabendo que poderia ser mandada embora ela decidiu enviar seus dados e arriscar, foi chamada para uma entrevista com o redator-chefe Brandon Morgan. Acabou que sua chefe ficou sabendo de sua traição da entrevista, e logo a mandou embora.

      Desempregada e desamparada, o que restava era ser chamada para a SF, porém,  Brandon “seu talvez futuro chefe” acabou passando dos limites da entrevista convidando Ellen para um passei de amigos, mas isso foi crescendo cada vez mais e quando o emprego foi oferecido para Ellen pelo próprio Brandon , pelo envolvimento dos dois ela se recusou a aceitar.

        Sua vida estava indo de mal para pior, primeiro o termino do seu namoro de  três anos com Max, logo em seguida veio a  demissão e agora Brandon para bagunçar seus sentimento. Ellen não queria ter um envolvimento com ele, pois estava pensando no emprego e em sua carreira, e queria conquistar o emprego pelo seu mérito e não pelo motivo de estarem se envolvendo. Ellen sempre escrevia listas do que fazer ou não fazer em vários contextos de sua vida, e isso a ajudava a seguir em frente.

      Ellen não enfrentaria todas essas barreiras sozinha sem a ajuda de seus leais amigos. Brenda e Andrew. Brenda acabou engravidando muito nova, sem  saber ao certo quem era o pai do seu filho e sem rumo na vida se mudou para o apartamento de “Max” que agora é de Ellen rs, Andrew é o vizinho do lado, um rapaz adorável e muito amigo por sinal. Era como se um completasse o outro, nos conselhos, nos passeios, nas bagunças do apartamento, eram uma família. Brandon  acabou se tornando especial para cada um deles, principalmente para Ellen.

     Gostei muito do livro e claro que recomendo. “As listas de Ellen” é um livro bem divertido e realista. Por trazer um pouco sobre a realidade do dia a dia torna a leitura muito interessante e muitas pessoas acabam se identificando com o livro, com  o desemprego, as amizades, ser mãe solteira muito nova. Transmite-nos a mensagem de sempre buscar  viver a vida acima de tudo, e ariscar a cada dia a fazer coisas que temos vontade, pois quem não arrisca não segue em frente.


 Beijinhos <3


Olá


Hoje a Tag #Amolernacional será com a Autora de “Nova York para sempre, Um amor para recomeçar” Jamila Mafra novo lancamento de 2017 que será publicado pela Editora Ascension. Vamos a Sinopse.
                                                                 
SINOPSE: A jovem Christine Müller tinha o grande sonho de ir embora para os Estados Unidos da América, e quando finalmente chega ao seu destino tão desejado, vive os mais incríveis momentos de alegria, dúvidas, dor e realizações.
        Em Nova York City ela começa a trabalhar como babá na casa da família Olsen, onde encontra pela primeira vez seu grande e raro amor Eric Preston, um empresário próspero e feliz que administra a empresa dos pais. No entanto, após enfrentar a maior perda e tristeza de sua vida, ele se torna um homem amargo e solitário, quase incapaz de reviver o amor.
        Christine conquista o coração de Eric que o tempo todo se mostra resistente, sempre fugindo de seus sentimentos, afinal amar não é algo tão simples assim, isso porque os obstáculos precisam ser vencidos e toda a dor deve ser superada.
        Em Nova York Para Sempre você descobrirá Um Amor Para Recomeçar.
        Embarque nesse romance apaixonante.
        EM BREVE...

Vamos a Entrevista <3



Fale um pouco sobre cada projeto que você já tem lançado.
 Publiquei meu primeiro livro em 2010, era uma obra de poesias infantis chamada “Viagem no Espaço e a Máquina do Tempo”, que inclusive foi muito apreciada pelos meus leitores adultos. Entre os anos de 2011 e 2013 publiquei a ficção científica “Histórias do Amanhã, As Cidades Submersas” e o romance “Um Amor e Um Amigo”, obras também muito apreciadas pela maioria dos meus leitores.



 Pensa em novos projetos? Pode falar um pouco sobre eles?
 Depois de um tempo sem publicar, dedicando-me aos estudos e à conclusão da faculdade, enfim, neste ano retomo minhas publicações. Neste primeiro semestre, três romances meus inéditos serão publicados. Tenho planejada também mais uma obra de ficção científica para o agosto. Além disso, um dos meus romances novos, o intitulado “Nova York Para Sempre, Um Amor Para Recomeçar”, estará na Bienal do Rio 2017.


Sabemos que não é fácil ser escritor e encontrar inspiração para escrever um livro. Como surgiu inspiração para a escrita do livro?
 Desde a minha infância crio histórias, eu costumava encená-las de brincadeira, era uma espécie de mini peça teatral, com as minhas irmãs e amigas da escola. Comecei a escrever pra valer aos treze anos de idade, momento em que eu rascunhava todas as minhas ideias em meus antigos cadernos. Finalizei meus primeiros livros aos dezesseis anos. Sempre me inspirei em meus autores preferidos, tanto nacionais quanto estrangeiros, mas também boa parte da minha inspiração para escrever vem das minhas experiências vividas nesses meus poucos vinte e nove anos de existência. Geralmente, a maioria dos meus personagens são pessoas que eu conheci e com as quais convivi por um tempo.



Todos têm uma vida fora do mundo literário, como é para você conciliar vida pessoal com vida literária?
 Eu concilio muito bem minha vida pessoal com a literária. Parte da minha família mora na baixada santista, litoral de São Paulo, e estou sempre viajando pra lá, minha terra natal, onde confraternizo com pessoas tão especiais. Agradeço muito aos meus pais, tios e avós que continuamente me incentivaram a ler e escrever. Quando estou com meus amigos é sempre muito divertido também, porque eles apoiam o que eu faço e amam conversar sobre livros. Eu praticamente respiro literatura durante as 24h do dia, quando estou dormindo até sonho com poesias, cenas para meus romances, nomes de personagens. Aonde quer que eu vá, as pessoas ao me redor, tanto a família quanto os amigos, querem saber tudo sobre minhas próximas obras e lançamentos. E eu amo muito de tudo isso, receber o carinho e apoio das pessoas ao meu redor é maravilhoso.



Biografia da Autora

Paulista, nascida em 1987 na cidade de Guarujá, Jamila Mafra Sena de Santana é advogada graduada em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI e especialista em Docência no Ensino Superior pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci- UNIASSELVI.
A autora escreve contos e poesias desde a infância, sempre incentivada por seus pais, um casal de ex-atores de teatro e dramaturgos.
Tendo já publicado um livro de ficção científica, um romance e poesias infantis, em 2017 a escritora lançará seu mais novo romance literário em parceria com a Editora Ascension.







Para quem se interessou pelo trabalho da Autora, deixo para vocês suas Redes Sociais.

· Blog da autora: http://jamilamafraescritora.blogspot.com/
· Página do Facebook: https://www.facebook.com/milla.mafra.37
· Página do livro: https://www.facebook.com/novayorkparasempre/
· Instagram; https://www.instagram.com/jamilamafraescritora/


Beijinhos.
 Até a próxima! 



Olá meus Amores

Hoje o post do projeto #amolernacional será sobre Rossana Cantarelli <3 Primeira autora parceira do Instagram "A cada página um amor". Rô é uma pessoa muito especial, se tornou uma grande amiga ❤  Vamos a sinopse do livro "Apenas respire".


Sinopse:  Isabela Alencar é uma mulher jovem, independente e apaixonada por música. Na adolescência, seu irmão mais velho lhe apresentou às bandas de heavy metal. Após conhecer a banda Dawn Sunless e ser capturada pelo som da guitarra, decidiu estudar o instrumento.
Já adulta, morando no Rio de Janeiro e trabalhando na Assessora Jurídica da Marinha, vê sua vida ser marcada por uma tragédia. Decide, então, largar a carreira jurídica e dedicar-se à docência numa faculdade de música do Rio.
A partir daí, sempre apoiada pelos amigos Mila e Frederico, Isabela verá sua vida mudar completamente, com a aceitação da Dawn Sunless para sua pesquisa de doutorado.
Ela embarca para Nova Iorque para passar três meses no estúdio com a banda. Chegando lá, conhece pessoalmente seu ídolo, o guitarrista Luc Bellucce.
Com sinais sutis, tem início um despertar de sentimentos provocados por sensações intensas. Uma paixão que ela jamais pensou em viver novamente.

Para saber um pouco sobre Rossana, preparei uma breve entrevista linda e com toda certeza cada pergunta  foi respondida com muito amor.


Meu nome é Rossana Cantarelli Almeida. Estou numa idade que me permito fazer o que quiser. Sou advogada como profissão, mas minha paixão é a escrita. Coisa que descobri muito tarde, mas ainda em tempo de me divertir. Sou casada há 10 anos com o amor da minha vida, que demorei para encontrar, mas estávamos ligados desde sempre. Tenho um filho lindo e inteligente de 6 anos. Curiosidade: aprendeu a ler comigo, enquanto eu escrevia. Ele tinha 4 anos e meio. Sentava no meu colo enquanto eu revisava o livro e um dia leu uma palavra. Sou uma pessoa muito mais feliz hoje, porque finalmente me sinto completa.







Vamos então a entrevista.


Fale um pouco sobre cada projeto que você já tem lançado.
 Já escrevi 3 livros e estou no quarto. No entanto, somente o Apenas Respire foi lançado e publicado. Vou lançar em ebook esse ano ainda, o que acredito que dará uma maior visibilidade ao livro, em razão do alcance, como também no custo para aquisição.


 Pensa em novos projetos? Pode falar um pouco sobre eles?
 Meu segundo livro é duologia com o Apenas Respire. Está prontinho, mas não tem data para lançamento porque o primeiro precisa ser mais conhecido. Tenho um terceiro livro que se encaixa perfeitamente na definição de New adult. Acredito que a meninada vai amar, por que não é uma história tão polêmica como o Apenas Respire, que não consigo encaixa-li em nenhuma definição literária. O Apenas Respire é um livro de temas polêmicos e muito adulto. Mas traz uma mensagem linda. Já me disseram que criei um jeito novo de escrever é que tenho mantido nos demais livros. O quarto livro eu resolvo me aventurar na escrita em terceira pessoa. Estou gostando bastante, já que os três primeiros foram em primeira pessoa. Esse último está sendo um grande desafio, pois terá uma escrita bem devassa - pelo menos para mim.


Sabemos que não é fácil ser escritor e encontrar inspiração para escrever um livro. Como surgiu inspiração para a escrita do livro?
 Inspiração não é difícil. Na maioria das vezes, eu sei sobre o que quero escrever, só preciso ligar todas as peças. Sou muito exigente. Gosto de surpreender o leitor. Então me exige mais criatividade. Meus livros sempre tem música como tema. O Apenas Respire foi inspirado na banda americana Dream Theater. O mais legal foi que consegui que o livro chegasse ao guitarrista dessa banda, John Petrucci, que foi inspiração para o meu Luc Bellucce. Tenho foto dele com meu livro.


Todos têm uma vida fora do mundo literário, como é para você conciliar vida pessoal com vida literária?

 É bastante complicado. Sou advogada, sou servidora pública do meu estado. Então trabalho 7 horas nessa profissão. Tenho marido e filho. Enquanto somente escrevi, em 2015 escrevi 2 livros, não tive muito problema com isso. Início de 2016 escrevi meu terceiro. Depois que o Apenas Respire foi lançado, minha vida mudou completamente porque minha editora não faz divulgação. Então, ficando tudo por minha conta, quase surtei depois que entrei no Instagram. Foi bem complicado. Ficava até altas horas da noite respondendo a parceiros, fazendo entrevistas, imaginando promoções. Tanto que não tive tempo e nem inspiração para nenhum outro livro. Por isso, decidi me dar férias do livro. Precisava da minha família, como eles também precisavam de mim. Tanto que cheguei a ter nova inspiração e já comecei meu quarto livro. Agora em fevereiro, vou voltar a trabalhar com a divulgação. Estou cheia de ideias e mais madura nesse sentido.





Rô querida, muito obrigada por todo carinho e pela linda entrevista.

Beijos Amores.


Olá meus Amores <3

Em participação de um projeto do mês de fevereiro do Instagram da minha parceira Day, começarei hoje com a tag #amolernacional  que é um apoio e incentivo para a nossa literatura brasileira. O objetivo da tag é postar fotos e falar sobre livros nacionais, pensei em fazer postagens aqui no Blog para falar sobre meus autores parceiros. Para muitos será uma simples postagem, podem pensar que seja coisa besta ficar postando coisas a respeito de autores, mas para esses autores isso tem um valor tão grandioso que realmente não sei explicar para vocês. Tentarei explicar um pouco então nas postagens. Vamos a sinopse. 

Sinopce: ALECSANDER, um rapaz tímido que tem dificuldades em se aproximar de garotas. HARRIET, uma garota destemida, alegre e nem um pouco tímida, mas muito desastrada e solitária, pois praticamente passou toda a infância viajando.
Um encontro inesperado se transformou em uma grande amizade que já dura há anos. São confidentes e o suporte quando um deles cai. Praticamente não vivem um sem o outro. Sempre encontram uma maneira de manter contato. Seja por e-mail, mensagens e telefonemas. O importante é a amizade nunca desaparecer.
Até que, algo completamente extraordinário acontece, após 6 anos de amizade, o amor chacoalha a estabilidade que eles têm, precisam decidir se querem vivê-lo e correr o risco de destruir tudo o que construíram juntos durante todo esse tempo. Ou esconder o que sentem um pelo outro para não correr o risco de perder o que demoraram para conseguir, a amizade.

Alriet é uma encantadora história sobre amor e amizade que vai mexer com seu coração.




Durante minhas buscas sobre o livro, resolvi fazer uma breve entrevista com a autora, para vocês saberem um pouco mais sobre sua vida e seus novos projetos. Todas as perguntas foram respondidas com muito carinho pela autora. Vamos então a entrevista.

Fale um pouco sobre cada projeto que você já tem lançado.
Alriet é o meu primeiro livro lançado pela Amazon. E conta a história de dois adolescentes que se tornam amigos e tudo indica que com o passar dos anos, eles vão se apaixonar. 
Tenho mais dois livros publicados só que no wattpad. Apenas Uma Vez é um livro +18 que conta a história de Tyler e Hazel. Ele é um rapaz com muito fogo e tornei esse fogo todo dele em comédia. O outro é Idas e Vindas. Que conta a história de Landon e Bia. Um romance improvável, mas a ideia não é somente o romance, mas sim na transformação de um relacionamento ao longo dos anos que pode se deteriorando.
E vou lançar o livro Amantes Por Acaso até o fim do mês e a história se passa no Brasil. Conta a história de Thiago e Júlia que sentem uma forte atração logo que se conhecem, mas há um empecilho. O amigo dos dois, o Leo, que de repente, está apaixonado por Júlia. É uma história +18 anos com cenas bem quentes e apaixonadas.


Pensa em novos projetos? Pode falar um pouco sobre eles?
Eu tenho vários livros em andamento. O que acabei de começar se chama E Se Fosse Um Sonho? O nome pode ser provisório, ainda não sei. A história está apenas no comecinho, mas conta a vida atormentada de Isla e Collin. Ela sofreu um trauma muito jovem e Collin de alguma forma, está ligado a ela, sem conhecê-la, e vê o que acontece na noite em que a vida dela muda. O que posso dizer é que é uma história sobre destino, espiritual e as pessoas que lerem, precisam ter a mente aberta. É um drama +18 porque tem violência, sexo e suspense.
Eu tenho outro que não está na metade ainda e se chama Para sempre, amor. É um romance sobre mãe e filha e suas dificuldades de compreensão e de diálogo. É uma história sobre família, superação e dificuldade.


Sabemos que não é fácil ser escritor e encontrar inspiração para escrever um livro. Como surgiu inspiração para a escrita do livro?
 Todos os meus livros eu me inspiro em fatos reais. Claro que há mudanças no roteiro, mas sempre tenho ideias através de conversas e conhecimento.


Todos têm uma vida fora do mundo literário, como é para você conciliar vida pessoal com vida literária ?
Muitas coisas têm acontecido na minha vida e essas mudanças vieram porque lancei meu primeiro livro. Às vezes acho que nem consigo respirar, mas é bom, pois faço o que eu gosto. Mas tento manter a vida pessoal com as coisas que eu gosto de fazer sempre, pois é o refúgio. É a minha forma de estar no meio do mundo e saber o que está acontecendo.
E o que eu gosto de fazer é simples. Assistir a filmes, séries, ver meus amigos e rir.

 

Grazi disponibilizou a capa do seu novo livro "Amantes por acaso" que sera lançamento esse mês na AMAZON. Olha que amor gente. Em breve disponibilizo a Sinopse para vocês.


E para finalizar, gostaria de apresentar com muito carinho um pouco sobre a Autora, uma breve biografia feita por ela.


Graziele Fontes Gomes, mas gosto que me chamem de Grazi. Tenho 31 anos e nasci no Rio de Janeiro, mas moro no interior de São Paulo. Escrevo há anos. Algumas pessoas dizem que vivo no mundo da lua, porque penso o tempo todo nas histórias. Gosto de viajar, de natureza e não sou chegada a praia. Gosto de rock, mas ouço pop rock e alguns pops mais românticos.
Atualmente ouço muito Ed Sheeran, Zayn Malik e One Direction, mas gosto de Queen, Led Zepplin e outraa bandas de rock também.




Obrigada Grazi pelo carinho.
Beijos amores!







Hey!

A minha última leitura de janeiro - que acabou em fevereiro - foi Extraordinário.

Eu confesso que fiquei um pouco com medo de ler. Tenho muito medo de ler histórias triste - não que essa seja uma -, mas quando ouvi que era emocionante, e outras coisas, fiquei com medo de partir meu coração! Mas mesmo assim fui! Na coragem, afinal corações é para ser partidos, não é mesmo? Não mesmo! Eu sei, mas desta vez foi bom! O livro no final se mostra tão extraordinário que senti meus olhos úmidos. Vamos a sinopse.

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros. 




O título descreve bastante todo o conteúdo. As pessoas tem o que eu vou chamar de mania - ter a aparência perfeita, e o fato mais assustador é que isso vem desde a infância. Todos sabemos que crianças podem ser malvadas, mas acredito que isso é mais uma questão de educação. Este livro está aí para expressar isso para mundo. 

Extraordinário é mais do que um livro, é uma lição de vida. Como Auggie consegue lidar com todos os olhares estranhos e comentários malvados, quando no fim nem deveria serem feitos. 

Mas acredito que toda essa força e confiança foi passada pela família que sempre deu suporte e amor incondicional. Um exemplo que tudo pode dar certo se você quiser que dê certo. Para eles não importa como o filho se parecia e sim o que ele era capaz de conquistar. A única coisa diferente de Auggie e o resto das crianças era exatamente sua aparência diferente. 

Na escola no início Auggie teve um pouco de dificuldade na adaptação, não era fácil ser notado o tempo todo e receber olhares perversos e preconceituosos. Até uma brincadeira infeliz invetaram. Com um pouquinho mais tempo tudo foi se resolvendo e ele viu que ali poderia ser conquistada e aprendida muitas coisas que não poderia aprender em casa com sua mãe, que antes era sua professora em casa.

O livro ainda conta com outros narradores como a irmã do Auggie, Via uma adolescente que sabia exatamente que o irmão tinha uma infância difícil e sempre facilitou para os pais. Também conta com as narrações de Jack, Miranda, Summer, Justin. Eu não achei necessário, tenho que confessar. Para mim apenas o Auggie bastava, mas isso deu a oportunidade de conhecermos como eles se sentiam.

Então, Extraordinário vai te ensinar bastante sobre Star Wars - para quem gosta já tem um atrativo a mais. Hehehe.

Com certeza recomendo a leitura sem medo. Venha conhecer a história desse menino Extraordinário!!

Beijos, até a próxima!.








Olá Pessoas Lindas.



Meu nome é Tainá Campideli, sou administradora do Instagram @acadapaginaumamor e fui convidada pela Andreia a ser a colaboradora do seu Blog. Hoje postarei minha primeira resenha aqui no Blog.

Fiquei muito em duvida  qual seria minha próxima leitura, tinha acabado de ler  uma trilogia de contos da Autora Andreia Nascimento que acabou comigo, sério, ela ainda me mata do coração com esses Romances. Mas acabou que Andreia não satisfeita em me viciar em ebooks, me fez começar a leitura do livro da Mary, Arranjo Perfeito, e sinceramente, não me arrependo de ter lido nesse momento da minha vida. Tentarei ser o mais breve possível, pois Mary me viciou nessa história de casamento grego e agora preciso de continuação rs.


Sinopse: Marcha nupcial, véu e buquê. Isso não estava nos planos de Dóris. Não quando envolvia o lindo e encantador casamento grego. Mas após ela fazer um acordo com seus pais e ter a sua parte totalmente fracassada, ela precisa assumir as responsabilidades e aceitar o que seu pai lhe propôs.

E como se não bastasse a sua revolta com o casamento, onde os noivos não se conhecem, tudo fica mais complicado quando ela conhece o seu novo vizinho, Alex.
Alex é o tipo de cara com quem ela queria se casar. O cara de seus sonhos.
Os dois criam um forte laço de amizade e tudo o que Dóris tem é o medo, de que essa amizade torne-se algo maior.
Afinal Damien é o seu noivo e ele a espera no altar para um arranjo perfeito.



 Arranjo Perfeito é uma leitura rápida e deliciosa que traz uma visão muito interessante sobre a cultura grega. Dóris, uma menina grega que vive no Brasil, sua família, mesmo se mudando para o Brasil não deixou os costumes gregos de lado. Sua vida estava indo muito bem, até o dia que seu pai decide fazer o comunicado que Dóris precisava se casar.  Para quem não conhece um pouco desse costume, quem escolhe o noivo são os pais e a filha tem que encarar a situação desagradável de casar com um estranho.

 Foi então que Dóris resolveu criar uma lista de coisas que pretendia fazer em sua vida antes de se casar com o noivo desconhecido. Para sua família, tudo estava caminhando perfeitamente bem, os preparativos do casamento, a escolha do vestido de noiva e todas as baboseiras de um casamento.

  Em um dia comum de compras, Dóris estava esperando o elevador, cheia de sacolas nas mãos, quando sem querer esbarrou em um homem cheio de caixas.  Conversa vai, conversa vem, Dóris descobriu que aquele homem seria seu novo vizinho e futuramente, iria se apaixonar por ele. Numa breve apresentação, o estranho se apresenta como Alex, e logo apelida Dóris de Bob, ela usava uma blusa do Bob esponja no dia que se esbarraram, o apelido ficou marcado. Divertia-me horrores quando era mencionada a palavra Bob no livro, eu tinha a impressão que Alex sempre estava sendo irônico em alguns momentos rs.


Dóris estava cada vez mais desesperada, pois seu casamento estava se aproximando, e foi nesse curto tempo que Dóris começou a se apaixonar por Alex. Aquele homem não colaborava com os sentimentos de Dóris, pensa em um homem que faz de tudo para uma mulher se apaixonar por ele, sim, esse é Alex, ele decidiu realizar os itens da lista e foi super criativo nas realizações, um verdadeiro cavaleiro.

Após um concurso de noivos que foram juntos, suas duvidas sobre aquele amor que sentia por Alex foram concluídas, ela estava perdidamente apaixonada por ele, mas Alex decidiu se afastar. Com muita dor no coração, eles precisaram ficar longe. Até eu sofri nesse momento do livro gente, foi difícil ver um casal apaixonado se separando.


Chegou o dia do casamento, para muitas noivas esse seria mais que um dia especial, talvez o melhor dia de suas vidas, mas para Dóris era o pior dia, eu fiquei muito nervosa por ela, e ficava tentando achar uma alternativa para aquele casamento em minha mente, mas infelizmente quem ficou curioso sobre “Arranjo Perfeito” vai ter que ler, seria impossível comentar sobre o casamento sem dar spoiler, então sinto muitíssimo amores rs.
Viva o momento, seja a beija-flor que aprecia cada flor em breves momentos, mas sempre tire o melhor delas...


Sinceramente eu amei poder conhecer um pouco da cultura grega, de como acontece o casamento grego e todos os diferentes costumes. Amei o livro, e se tiver um tempinho, leiam este livro.

Beijinhos Amores!




Hey!


Hoje eu vim aqui falar sobre uma serie original da Netflix!



Todos sabemos que a Netflix tem umas series originais que não deixam a desejar e One Day At A Time me pegou de surpresa. Eu tinha colocado na minha lista, mas não para assistir logo, foi mais um negócio assim: Colocar aqui só para fazer volume. Mas eu acabei vendo o primeiro, depois o segundo e quando cheguei no terceiro pensei: - Faltam só 10! Gente, a Netflix faz isso de propósito? Quando cheguei ao final estava tão envolvida com cada personagem que tive que chorar, para mim o final foi forte.

Diferente de muitas series de comédia essa aborda a vida de imigrantes de Cuba, são pessoas de classe média, a família consiste em avó, mãe e dois filhos. Eles são cômicos na medida certa, sempre abordando tema com muito humor.

Penelope que é a mãe de Elena e Alex dois adolescentes totalmente diferentes. Hoje ela é enfermeira em uma clinica particular, antes era do exercito. Badass!!

Depois da separação da filha a matriarca Lydia - que ama falar em espanhol - foi morar com ela para dar aquela ajuda. Mas a relação não é perfeita, mas são as brigas e discussões que deixa tudo mais engraçado. Penelope só quer dar o melhor para filhos, como educação, limites e valores morais. Um trabalho que ela tem mais com seu caçula Alex.

Elena para mim é uma das personagens mais marcantes, preste a fazer 15 anos e algumas dúvidas chegam para ela. Primeiramente ela é uma personagem que vê o mundo diferente, ela forte e cheia de ideias e se recusa a fazer a Quinces, que é a festa de debutante tradicional de seu país. Mas junto com a Quinces também surge algumas duvidas e inclusive sobre questionar sua sexualidade. Ela tenta namorar com o garoto popular, mas não parece bastar.

A família cada um reage de uma forma diferente. O que foi muito bom, pois sabemos que são pessoas diferentes.  A serie aborda vários assuntos como desapegar de coisas de passado, sexualidade, estresse pós-traumático.

Há outros personagens que só agrega a serie. Bem, creio que falei demais, mas também sei que há muito mais coisas para se ver. A serie tem tudo na medida certa e você só perde se não ver.

Beijos até a próxima!!


Hey!


Eu tive uma relação de risco com esse livro. Eu vi alguns comentários sobre ele no Skoob, os comentários me deixaram com o pé atrás, mas me mantive focada na leitura. Eu realmente estava adorando e nos primeiros capítulos achando um livro maravilhoso, mas como eu já estava preparada para o pior, ele veio. 

Doeu menos? Não, mas eu estava preparada mesmo. Não afetou a velocidade que li o livro, ele tem mais de 400 páginas e foram uns 4 dias de leitura. 

Não sei se foi a intenção da autora fazer tantas viradas em uma única história e isso acabou cansando. Mas vamos a sinopse primeiro.


Sinopse: Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais
velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas.





Eu me pergunto que proporção de pedidos de casamento termina em "sim" e que proporção termina em "não".


A leitura é intercalada em o ponto de vista das duas irmãs, o que eu adorei. Não consigo ver uma outra forma de ser contada. Com personagens muito carismáticos e fáceis de se apegar, a história flui com as confusões da Lua de Mel. Fliss a irmã mais velha acha que está salvando Lottie dela mesma atrapalhando a noite de núpcias do casal. Vindo de um péssimo divórcio acha que a irmã está fazendo uma "Escolha Infeliz" como ela chama todos os atos pós-rompimento. Lottie tem um grande bagagem de fazer besteira a si mesma.

Ben se mostra o cara certo depois do fiasco com Richard, mas é um personagem muito volúvel e é isso que não nos damos conta pela visão da Lottie. Ela está imersa sobre um nuvem de amor juvenil e não consegue perceber que eles não tem mais 18 anos.

O livro lhe tira boas risadas, a escrita é uma coisa de Deus. Sophie acabou de ganhar uma fã, e estou ansiosa para ler os próximos títulos dela. O que não me agradou mesmo foi como a Fliss conduziu tudo. Isso me deixou verdadeiramente chateada. Mas eu adorei o final de verdade. Fiquei decepcionada com a ideia que eu tinha de Ben no início, mas depois virou só uma sombra, rs.

O único aviso é: Vá com a mente aberta. Você pode amar a leitura.

Beijos e até a próxima!!




Hey!

Esse ano tirei para ver muitos filmes... muitos filmes mesmo! Todos os que tenho vontade de ver e ainda não vi e vários outros! 

A semana se cumpriu e eu vi exatos 8 filmes. Dois foram pela segunda vez, mas ninguém é perfeito.

É um desafio bom, o que vivemos com os filmes nos renova, nos faz chorar, nos faz rir. E essa semana eu tive o prazer de ver 7 filmes bons, o total foram 8, mas eu vi fraquinho que jamais verei de novo. Então vamos lá.


1-Deadpool


Sinope: Ex-militar e mercenário, Wade Wilson (Ryan Reynolds) é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.
Não recomendado para menores de 16 anos.
Eu particularmente adorei esse filme, ele é um "antihero", nem bom para ser herói e também não é ruim para ser vilão, ele está ali. Um personagem engraçado, carismático e bem interpretado por Ryan Reynolds. Um filme que eu também diria que é completo, tem ação, tem romance, tem comdédia. Lembro que quando vi no cinema eram só risos. 5/5



2 - A Escolha Perfeita 2

Sinopse: Após conquistarem o sucesso, as Barden Bellas ganham a oportunidade de se apresentar para ninguém menos que o presidente dos Estados Unidos. Só que o show é um grande fiasco, o que as torna uma vergonha nacional. Diante do ocorrido, as Bellas são proibidas de participar de competições no meio acadêmico e até mesmo de aceitar novas integrantes. A única saída de Beca (Anna Kendrick), Fat Amy (Rebel Wilson) & cia é vencer o campeonato mundial a capela, o que apagaria as punições aplicadas ao grupo. Mas há um problema: nunca uma equipe americana venceu o torneio.
Não recomendado para menores de 12 anos

Esse é o segundo filme, eu realmente amei o primeiro, eu gosto mais da história do primeiro. Elas eram mais amadoras e mesmo assim arrasavam, neste elas já estão saindo da faculdade e querem ganhar o mundial. Eu amo filme que tenha músicas, danças e cantorias e este tem tudo em um só. Então para mim é perfeito!

5/5



3 - Fan Girl - Tudo pelo ídolo 

Sinopse: Telulah é uma menina de 15 anos que é apaixonada por cinema e que idolatra Alex, líder de uma banda de rock. Em meio a rotina escolar, ela busca uma ideia original e criativa para o projeto final das aulas de cinema.

Achei o filme fraco, elenco sem carisma. Nada me segurou e em alguns momentos me perguntei o motivo de ainda não ter mudado de canal. Eu amo filme que falam sobre fazer filme, mesmo que seja em projeto de escola, mas esse filme não me agradou muito.

3/5






4 - Ressaca de 9 meses


Sinopse: Maru, depois de engravidar numa noite de bebedeira com um jovem solteirão desempregado e imaturo, está determinada a seguir a tradição e casar-se com ele de qualquer maneira.

Filme MARAVILHOSO, extenso, mas maravilhoso. Não estou acostumando com filmes de comédia muito longo, mas esse valeu a pena. No início jurei que não ia prestar, mas o filme acabou se tornando lindo, foi uma jornada de duas horas que valeu muito a pena e acabou me deixando de ressaca também, fiquei pensando sobre o final por uns dias.

5/5






5 - Homem de Ferro 2

Sinopse: Após confessar ao mundo ser o Homem de Ferro, Tony Stark (Robert Downey Jr.) passa a ser alvo do governo dos Estados Unidos, que deseja que ele entregue seu poderoso traje. Com a negativa, o governo passa a desenvolver um novo traje com o maior rival de Stark, Justin Hammer (Sam Rockwell). Jim Rhodes (Don Cheadle), o braço direito de Tony, é colocado no centro deste conflito, o que faz com que assuma a identidade de Máquina de Combate. Paralelamente, Ivan Vanko (Mickey Rourke) cria o alter-ego de Whiplash para se vingar dos atos da família Stark no passado. Para combater Whiplash e a perseguição do governo, Stark conta com o apoio de sua nova assistente, Natasha Romanoff (Scarlett Johansson), e de Nick Fury (Samuel L. Jackson), o diretor da S.H.I.E.L.D.

Mais um filme de herói, sim! Eu estava muito atrasada com esse filme, então decidi vê-lo logo. Confesso que gostei mais do primeiro, mas esse não deixa a desejar não. O personagem em si é muito cativante. Para quem não conhece esse universo, aconselho a conhecer e esse herói é um lugar para começar.

5/5





6 - Full Out


Sinopse: Depois que um acidente grave acaba com seu sonho olímpico, a ginasta Ariana Berlin encontra a esperança no mundo do hip hop é no atletismo universitário.


Só para frisar: Este filme é baseado em fatos reais.
Um filme ótimo, um acidente a tirou das competições e ela se viu perdida no mundo. Até que sua fisioterapeuta pediu ajuda profissional dela. Foi onde tudo mudou para Ariana. Outro filme sobre dança! Sim! Eu amo. Personagens bons, história boa, volta por cima magnifica. Uma história de superação acima de tudo e com participação da própria Ariana. 

4.5/5


7 - Rostos na multidão 


Sinopse: Uma garota consegue sobreviver ao ataque de um serial killer. Mas, assim que desperta num hospital com uma ferida na cabeça, não consegue reconhecer ninguém. Isso a impede de distinguir os rostos das pessoas, uma situação verdadeiramente perigosa, uma vez que seu agressor quer matá-la, pois ela é a única testemunha que levá-lo prisão.

Eu escolhi ele pela a Milla, confesso. Mas eu tenho isso, alguns títulos eu escolho pelo ator, mas confesso que este filme subiu em meu conceito, fui assistir sem esperar muita coisa. O começo é calmo, o meio começa embalar, mas o final me fez sentar. Eu já estava apreensiva. Ela sofreu de um tipo de amnésia que não consegue reconhecer um rosto -  Nem o próprio rosto - um segundo que ela viu a face e a pessoa saiu por dois minutos e voltou, para ela já terá outra forma.  

No final a confusão de rostos faz a gente duvidar de todos. Todos podem ser o assassino em série. Eu não tenho do que reclamar. Os personagens são bons, apesar de ter vários atores interpretando um único só personagem. 
Recomendo para quem gosta desse tipo de filme.

5/5


8 - De Repente é amor

Sinopse: Oliver (Ashton Kutcher) e Emily (Amanda Peet) se conhecem em um vôo que cruza os Estados Unidos. Ele é um recém-formado que procura seguir um cronograma rígido para sua vida, de forma que consiga alcançar sucesso profissional o mais rapidamente possível e também encontrar o amor de sua vida. Ela é espontânea e indisciplinada, do tipo que prefere ver aonde a vida leva ao invés de fazer planos para o futuro. Oliver e Emily imediatamente sentem atração um pelo outro, mas as características de ambos são incompatíveis. Durante os sete anos seguintes eles se encontram periodicamente, mas tudo parece conspirar para que eles sempre estejam separados.

É um filme bacana. Eu gostei e não gostei. Ainda não decidi sobre isso, mas confesso que esperava mais. O início promete uma coisa e eu fiquei superanimada, mas aí a história repetitiva. O final é bem clichê.

3/5

Até a próxima semana!! 

P.s. Se tiver aquele indicação, deixa nos cometários. Não importa o gênero <3
E passem no blog da Paloma  para ver quais foram os vistos dela nessa semana